Compartilhe

Educação

Educadoras disseminam tecnologias educacionais pelo Brasil

Educadoras disseminam tecnologias educacionais pelo Brasil

O Amplifica é uma iniciativa que oferece um conjunto de serviços relacionados às novas tecnologias educacionais. Idealizado pela dupla de educadoras Carla Arena e Samara Brito, a empresa realiza palestras, consultorias e mentorias para professores e demais atores da educação de todo o Brasil desde 2015.

“Existe muito professor criativo neste país, mas às vezes falta um empurrãozinho. O nosso propósito é reacender a faísca dos educadores, e para isso eles precisam estar imersos no mundo dos alunos. É um processo de ressignificação para o professor, que agora tem a tecnologia para aproximar sua disciplina dos estudantes”, resume Carla Arena.

Colaboração, autoria, criação e aprendizado são alguns dos conceitos que elas sustentam nas atividades do Amplifica. No canal Amplifica Oficial no YouTube dá para ter uma ideia do teor dos debates, como nas conversas sobre espaços de aprendizagem, estratégias para a revisão de conteúdos, referências de leituras, entre outros assuntos.

Para fomentar o uso de novas ferramentas em salas de aula, elas apresentam tecnologias multiplataformas (para usar em desktops, tablets e smartphones), abertas, gratuitas e que ofereçam ambientes seguros para o trabalho de professores e alunos.

O seminário Amplifica é uma das principais atividades para potencializar novos talentos para a era digital. O evento, que capacita de 100 a 400 professores por etapa, vai para a 17ª edição em 2018, já tendo percorrido quatro regiões do país – a região norte ainda não foi contemplada, mas segue na mira.

A cada novo seminário, sob hashtag #CaravanaAmplifica, elas reúnem um grupo de Google Innovators – educadores certificados pela gigante multinacional de tecnologia – que trabalham com temas relativos às instituições participantes.

Por exemplo: quando existe uma apresentação em uma escola do Sebrae, são convidados educadores que trabalham com empreendedorismo; quando a palestra ocorre em uma escola pública, participam aqueles que desenvolvem pesquisas com tecnologias de baixo custo.

Créditos: Marcelo Brasileiro

Seminário Amplifica realizado em Brasília

“Eu poderia dizer que estou feliz com o número de pessoas que impactamos, mas ainda é muito pouco para o número de educadores no Brasil, principalmente os professores de escola pública. Eu sou uma pessoa incendiária, eu gosto de colocar fogo no sentido de levar as pessoas a buscarem mudanças em suas vidas”, brinca Carla, projetando crescimento nas ações do Amplifica.

Errar e reinventar
As educadoras do Amplifica pensam que é preciso destravar burocracias e formatos antiquados que ainda regem a grande maioria das práticas no ambiente escolar, logo, buscando ações inovadoras.

De acordo com Carla, o professor deve estar aberto ao erro e também aberto a se reinventar ao lado de seus alunos. Outra estratégia destacada pela educadora é o exame de autoconhecimento, para que esses profissionais encontrem novos caminhos no mercado educacional.

“Os professores são persistentes, são pessoas que batalham diariamente. Quem é professor não escolheu essa carreira por acaso, que na verdade trata-se de uma grande missão”, diz, provocando seus pares a transformarem seus planos de aula para o ambiente digital.

De modo geral, Carla também acredita que o sistema educacional não facilita, uma vez que utiliza modelos viciados, como aquele em que o aluno permanece por várias horas do dia sentado como um receptor passivo. Ela ainda lembra que no ensino infantil a dinâmica é mais livre e inspiradora, mas que isso se perde entre o ensino fundamental I e II.

“Temos de nos livrar dessas amarras. Não devemos subestimar a capacidade de nossas crianças e adolescentes. Precisamos potencializar seus talentos e buscar que o ambiente escolar seja o espaço da criatividade”, conclui.

Fonte: Jornalista Enio Lourenço. As coisas mais criativas do mundo.

Compartilhe

Deixe um comentário